Brado Retumbante

Do golpe às diretas

Paulo Markun

Site explica Diretas-Já para nova geração

Folha.com / Brasil Online Editoria: Poder 13/09/2011 – terça-feira

Do petista José Dirceu, em relação ao governador paulista Franco Montoro (1916-1999), que mais tarde seria um dos fundadores do PSDB: "Sem ele, não teria havido campanha [das Diretas-Já] da maneira como foi". Do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, ao comentar o papel que Luiz Inácio Lula da Silva e as greves do ABC tiveram na reconquista da democracia: "Foi importantíssimo para perceber que havia possibilidade de oposição mais consistente, que não era apenas parlamentar". Para boa parte dos brasileiros nascidos após 1984 --ano em que multidões se mobilizaram em todo país em comícios pedindo eleições diretas para presidente--, soa estranha a troca de gentilezas entre líderes de partidos que hoje se enfrentam de maneira, às vezes, tão raivosa. Foi para tentar explicar para novas gerações como foi possível unir personagens tão divergentes numa mesma campanha que o jornalista Paulo Markun disponibilizará 70 depoimentos inéditos de personalidades num site que será lançado no dia 19. Markun identifica nos depoimentos o quanto o engajamento de quase todos levou o país a crer que seria possível impor uma derrota a uma ditadura que, mesmo desgastada, não queria perder o controle da sucessão. FHC, por exemplo, relata que líderes da oposição chegaram a se reunir com o chefe do Gabinete Civil do presidente João Figueiredo, Leitão de Abreu, em busca de garantias. "Nossa preocupação era com o que aconteceria se ganhássemos, porque achávamos que ganharíamos." Ricardo Kotscho, repórter da Folha à época, diz que era impossível manter distanciamento crítico da cobertura. "Eu queria que aquilo desse certo. Chorava, ficava emocionado com as coisas que ouvia. Naquele dia do [comício de 16 de abril] no Anhangabaú, deu a impressão de que iria dar. Comemoramos antes da hora", conta. A emenda foi derrotada em 25 de abril daquele ano. Faltaram 22 votos. O cantor Roger, do Ultraje a Rigor, diz que a adesão de artistas à campanha era espontânea. "Ninguém podia ficar em cima do muro", afirmou. Uma música do grupo virou hino do movimento --"A Gente Somos Inútil". Mesmo sob a ditadura, atos como a liberação de catracas do metrô em dias de comício eram tolerados. "Aquilo era totalmente ilegal. Hoje, daria Ministério Público, o governador ia ser acusado, iam questionar quanto custou aos cofres públicos", lembra, rindo, José Dirceu. O site bradoretumbante.org.br será mantido com o apoio da Uninove e do Instituto de Cultura Democrática. O espaço permitirá que internautas registrem seus depoimentos sobre o período. Editoria: Poder 13/09/2011 – terça-feira Folha.com / Brasil Online

Links: http://www1.folha.uol.com.br/poder/974254-site-explica-diretas-ja-para-nova-geracao.shtml http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2011/09/13/site-explica-diretas-ja-para-nova-geracao.jhtm